13 abril, 2018

Viajando e aprendendo: CHINA











“Viajar é nascer e morrer a todo o instante”.
Victor Hugo, escritor francês (1802-1885)

Em 2006, eu e o Carlos visitámos a REPÚBLICA POPULAR  DA CHINA, uma das civilizações mais antigas do mundo, e estivemos em Pequim, Xi’an, Xangai, Guilin, Cantão, Guangzhou, Hong Kong e Macau.
No início do século XX, após a queda do poder centrado no imperador, foi proclamada a República Popular da China. Depois de uma intensa guerra civil que durou de 1945 a 1949, o Partido Comunista Chinês tomou o poder, sob liderança de Mao Tsé Tung, e iniciou a planificação económica. Após a morte de Mao, em 1976, Deng Xiaoping assumiu o poder e foi o responsável pela abertura económica da China ao mundo, depois de muitos anos fechada ao exterior.
A China, com uma área de 9,6 milhões de km2 (equivalente a 1/15 da superfície do mundo), tem cerca de 1.300 milhões de habitantes (equivalente a 1/5 da população do planeta), divididos por 56 etnias.
Devido à sua grande dimensão, a China tem uma enorme variedade de paisagens: grandes cordilheiras montanhosas (com o ponto mais elevado no Monte Everest), planaltos áridos, planícies e colinas.
O contraste entre o antigo (excepcionalmente preservado) e o moderno; a beleza das paisagens mais deslumbrantes e os muitos arranjos florais - até nos separadores das auto-estradas; o crescimento colossal das cidades e as tradições imutáveis nas zonas rurais; a alegria e o orgulho do seu povo a acolherem quem o visita, fizeram esta viagem inesquecível.
Pequim, capital da Republica Popular da China desde 1949, tem cerca de 17,3 milhões de habitantes na sua região metropolitana. No ano de 2006, a dois anos dos Jogos Olímpicos, as obras na cidade eram impressionantes. Num ângulo de 360º os guindastes conferiam à cidade uma visão colossal do trabalho em curso e da grandeza futura.
Respirava-se uma atmosfera ocidentalizada, num calor abrasador de Agosto, quando partimos à descoberta da Praça de Tian’amen (a maior praça do mundo), da Cidade Proibida (serviu de palácio às dinastias Ming e Qing) , do Palácio de Verão (exemplar dos clássicos jardins chineses), do Templo do Céu (integrado num vasto parque onde os chineses ocupam os seus tempos livres com danças, jogos e conversas), da Grande Muralha (na zona de Badaling, a cerca de 80 km de Pequim) uma das 7 Maravilhas do Mundo e, dizem, a única estrutura construída pelo homem a ser vista da lua.
Xi’an, uma das mais antigas cidades do país, com cerca de 3 milhões de habitantes, é a capital da província de Shaanki, centro histórico do rico vale do rio Wei.
Visita à sepultura do primeiro imperador chinês e do seu exército de 6 mil guerreiros de terracota (descoberto em escavações iniciadas em 1974), à Muralha da Cidade (imponente), à Torre do Sino e ao Pagode do Ganso Selvagem.
Xangai, localizada na costa este, é a maior cidade da China, com cerca de 20 milhões de habitantes. Devido à localização privilegiada e às intensas reformas económicas, Xangai tornou-se um dos mais importantes centros financeiros da China e o maior porto de carga do mundo. Visita aos edifícios da Bund, ao Jardim Yuyuan (localizado na zona velha da cidade de arquitectura tipicamente chinesa), ao Templo do Buda de Jade (mosteiro construído em 1882, para alojar estátuas de Buda). À noite partimos à descoberta dos edifícios iluminados do centro financeiro do distrito de Pudong, espelhados nas águas calmas do rio Yangtze. O espectáculo de luz é impressionante.
Guilin, situada na região autónoma Zhuang, de Guangxi, tem cerca de 1,4 milhões de habitantes. Visita à Colina Tromba de Elefante e à Colina Fubo. O cruzeiro no rio Li brindou-nos com um espectáculo de paisagens inesquecíveis e únicas.
Cantão é a capital da província de Guangdong, no sul da China e tem cerca de 5,7 milhões de habitantes. Visita ao Parque Yuexiu, à Torre Zhenhai, ao templo taoista Wuxian, ao túmulo de Nanyue e ao monumento em honra do Dr Sun Yat-sen.
Hong Kong, ex-colónia do Império Britânico até 1997, localiza-se na costa sul da China a 60Km de Macau. Tem cerca de 7 milhões de habitantes (95% chinesa), numa área de 1.054 Km2. Possui o seu próprio sistema legal, moeda e leis de imigração. Partir à descoberta do melhor local para admirar os inúmeros arranha-céus iluminados, é uma aposta de encantamento que ficará para sempre na nossa memória. O resto foi… compras e mais compras…
Macau, que foi colonizada e administrada por Portugal durante mais de 400 anos é, desde 1999, uma Região Administrativa Especial da República Popular da China. Está localizada na costa meridional da China e é constituída pela Península de Macau, ilhas da Taipa e de Coloane e pelo istmo de Cotai. Com uma área de 28,6 km2, tem uma população de cerca de 538 mil habitantes, o que faz dela a cidade com maior densidade populacional do mundo. Macau vive presentemente um grande desenvolvimento económico nas áreas do jogo, turismo e hotelaria. Visita às ruínas de S. Paulo, à Fortaleza do Monte, ao Templo Kun Yam, ao Leal Senado, ao Casino Lisboa. Passeio a pé pela cidade e descoberta de um café onde comemos uns deliciosos pastéis de nata. Verdade!
Foi uma viagem FABULOSA!
Recomendo!

21 comentários:

  1. Um país que por certo será um GOSTO visitar!
    Obrigada pela partilha!!!
    ...
    Uma SEXTA 13 ... com muita SORTE!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracinha, esta viagem está em 1º lugar no Top 5 das minhas viagens. Amei!
      Gostava de lá voltar. A sério!
      Amiga, se puderes visita a China.
      Beijo e bom fim-de-semana.

      Eliminar
  2. Acredito que tenha sido uma viagem fantástica.
    Desses locais já tive o prazer de conhecer Hong Kong e Macau, fui lá o ano passado, a minha filha vive neste momento em Macau com o marido e a filha. Fomos também ao Japão, adorei a viagem.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Maria!
      Não sei se partilhas da minha opinião: a China é um país fantástico!
      Ainda irei ao Japão. Haja saúde!
      Beijo e bom fim-de-semana.

      Eliminar
  3. Oi, amiga!!! Fantástica essa postagem, esse exército de 6.000 guerreiros de terracota é fora de série. Acredito eu, se fosse viajar para longe, escolheria a princípio a China, ver algumas coisas das Dinastias, o povo, a sua educação e delicadeza (conforme as coisas temos de ter cuidado em abrir a boca ou fazer algum gesto). Imagino a disciplina que tem de haver para dirigir mais de um milhão de chineses.E a muralha?? Qual a sensação de pisar em algo tão especial, e que se avista da lua? Ótimas fotos, sabes o tanto que gostei dessa postagem, não?
    Beijo, amiga, esse blog está ficando poderoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga em vez de um "m" é um "b" - a China tem já mais de 1 bilhão de habitantes. É o país mais populoso do mundo, com quase um quinto da população da Terra. Consegues imaginar???
      É um país fantástico! Não cabe num comentário o que penso sobre ele. Lamentavelmente o diálogo directo com o povo foi inexistente. Inglês só falavam em Hong-Kong e Macau, no resto só através dos guias. (Soubemos que o ensino do inglês estava a ser ministrado intensivamente para que nada falhasse nos Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim. Pequim que era um estaleiro gigante, com gruas por todo o lado. Tudo tinha de estar perfeito nos Jogos.)
      Pisar a muralha é algo que não se explica, mas se sente. Apenas percorri umas poucas centenas de metros dos 20.000 km. Deu para me sentir do tamanhinho de uma formiguinha. Senti o mesmo na enorme Praça da Paz Celestial (Tian'anmen). E na Cidade Proibida. E nos restaurantes para mais de mil pessoas. E nas ruas de Hong-Kong. E.. e... e...
      Na China tudo é GRANDE e DELICADO! (Circulei numa auto-estrada que tinha por separador central canteiros de flores de mil cores).
      Claro que num país tão grande deve haver muita coisa descolorida, mas… isso eles não mostraram.
      Tais, visita a China. Tu que gosta de arte… visita a China!
      Eu voltava já amanhã.
      Beijo e bom fim-de-semana.

      Eliminar
    2. rsrsrsrsrs, eu disse um milhão!? Um milhão e meio tem minha cidade aqui! Claro que é o país mais populoso, tem de ter mão de ferro para levar esse povo no capricho! E o Gigante acordou, estão a mil na economia mundial. Eles trabalham em qualquer cantinho, a China é uma potência, tenho lido o que me cai na mão. Vou procurar meus pps das fábricas da China, te envio.É verdade, são delicados, educados. Tenho admiração por eles. Teresa... restaurante para 1000 lugares? Meu Deus...Adoro os documentários! Quem não tem cão, caça com gato...rss
      Beijo, amiga!

      Eliminar
  4. Maravilhosa postagem, amiga! Tudo tão extraordinário de ficar-se boquiaberto! Mas a emoção vem ao contemplar Macau - lá está o nosso sangue, a nossa representatividade no outro lado do mundo inacessível, até então. Foi um dos maiores feitos de Portugal! Parabéns pela belíssima postagem! Grande abraço. Laerte.

    ResponderEliminar
  5. Pois é, amiga Teresa, venho acompanhando algumas modificações que você está fazendo nas suas postagens, pela Taís, que me conta, animada.
    Gostei muito desta edição, cujo título é: "Viajando e aprendendo: CHINA", na qual você aborda temas importantes, quer sobre política, quer sobre arte chinesa. Gostei muito de saber um pouco mais sobre sua viagem a essa potência econômica e militar. Parabéns.
    Um grande abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  6. Passando a fim de conferir uma excelente publicação.
    .
    *Mulher; Flores e Borboletas, em sintonia poética (Poetizando) *
    .
    Votos de um dia feliz.

    ResponderEliminar
  7. Olá, gostei de viajar pela China poderosa atravez desta sua pagina, é um pais enorme com a maior população do mundo e uma das maiores economias, optaram por apoiar o comercio por todo o lado do mundo, assim conseguem exportar grande parte dos produtos para os outras países em beneficio da sua economia, para alem do apoio ao comercio, criaram fundos económicos para comprar as grandes empresas, é o caso da EDP que deixou de pertencer ao estado Português para passar a pertencer ao estado Chinês, o desenvolvimento da China tem sido enorme, pena é que o direitos humanos e as leis laborais não façam parte do desenvolvimento.
    Gostei muito de ler sobre a sua viagem, é para repetir?.
    Continuação de bom domingo e feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  8. Uma viagem para não esquecer.
    )

    ResponderEliminar
  9. Ótima fazer essa virtual viagem. Gostei. Abraços!

    ResponderEliminar
  10. Leal Senado para o qual entrei em 1996.
    E onde ainda hoje continuo apesar de todas as mudanças entretanto ocorridas.
    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
  11. Sensacional teu relato e reportagem da viagem.Valeu muito! Coisa boa! beijos, linda semana,chica

    ResponderEliminar
  12. Deve ter sido uma viagem impressionante. Gostei de a ler e de ver as imagens. Muito obrigada por partilhar.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  13. Durante a minha fase Pearl Buck - a escritora norte-americana que passou uma boa parte da sua vida na China - sonhei conhecer esse país, com uma cultura milenar cheia de tradições, nem todas aprováveis, vá!

    A "Carta de Pequim" foi um livro que me marcou até hoje e que releio vezes infinitas. Outros se seguiram e o fascínio pela China continuou. Depois passou-me esse devaneio! :) O Continente asiático nunca esteve tão distante de mim, como o sinto agora. Mas gostei de ler sobre esta vossa experiência. Viajar é alargar os nossos horizontes; sem dúvida alguma, a melhor coisa que existe na vida.

    Beijinhos, boa semana, Teresa.

    ResponderEliminar
  14. Uma bela viagem que eu também gostava de fazer.
    Excelentes e belas fotografias, gostei.
    Um abraço e boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  15. Oi,Teresa! Vim avisar que acaba de entrar um céu teu lá no blog!

    Obrigadão! Podes ver aqui:
    https://ceuepalavras.blogspot.com.br/2018/05/blog-post.html

    beijos, chica
    https://ceuepalavras.blogspot.com.br/2018/05/blog-post.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Chica!
      Amei ver um céu meu no teu "Céu e Palavras".
      Fica bem.
      Beijo e boa semana.

      Eliminar